06/03/18

Criatividade

Sertã | julho 2017




"Criar algo num certo ponto do rio alimenta quem se aproximar dele, alimenta as criaturas a jusante e até outras que se encontram nas profundezas. A criatividade não é um movimento solitário. Reside aí o seu poder. Alimentará qualquer coisa que a toque, alguém que a oiça, a veja, a sinta, a conheça. É por isso que a observação de uma palavra, ideia ou imagem criativa de alguém nos preenche e nos inspira no nosso próprio trabalho criativo. Um único ato criativo tem potencial para alimentar todo um continente. Um ato criativo pode fazer com que uma torrente possa trespassar a pedra."



Clarissa Pinkola Estés in Mulheres Que Correm Com Os Lobos


Sem comentários:

Enviar um comentário